sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Já faz algum tempo que eu estou evitando me abrir, e colocar minhas próprias palavras aqui...
Bem acho que já está mais do que na hora.

Estou hoje esperando as coisas acontecerem, deixando que tudo flua no sentido certo, espero o tempo me dizer com suas palavras, muitas vezes incompreensivas, tudo o que ele tem guardado pra mim.
Estou disposto a responder os desejos do meu coração, saciar suas vontades e deixá-lo em paz.
Cansei de discutir com ele o que é melhor pra mim, ele sabe o que quer, e hoje eu sei que eu também o quero.
Não, eu sempre soube...

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

sábado, 4 de dezembro de 2010


Se te fiz chorar...

Lembre sempre disso:
"Eu posso sempre te fazer sorrir"

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

A todo momento eu só quero tê-la em meus braços...

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

sábado, 20 de novembro de 2010


Mistura

Imperfeição


perfeição é uma falha.



O amor é o sentimento dos seres imperfeitos, posto que a função do amor é levar os humanos à perfeição. Como são sábios aqueles que se entregam às loucuras do amor!


Joshua Cooke

domingo, 14 de novembro de 2010


Nem sei se isso é bom, mas completo hoje mais um ciclo da nossa contagem de tempo...
Nada à dizer.
Só quero que isso aconteça mais vezes...

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Hoje me veio a velha e tranquila paz....

Aquela paz que a tempos não sentia. Meus pensamentos hoje me deram uma folga.
Tranquilamente pude vagar, do mesmo jeito que eu costumava fazer.
O silencio estava a toda hora invadindo meus ouvidos, silenciando também meus pensamentos.
Toda essa calma me deu bastante sono.
Durante uma boa parcela do meu dia todos meus pensamentos pareciam ter desaparecidos.
Parecia um tanto quando bobo, mas faz parte.
Queria que isso se tornasse uma constante...

quinta-feira, 11 de novembro de 2010


Nada me importa... Só quero o meu futuro de volta. Só o futuro me importa. Coloco todas as minhas esperanças naquilo que muitos costuma temer. Para mim o amanhã também é incerto, mas durmo na certeza que amanhã o sol estará brilhando. Isso não vem ao caso, eu penso muito a frente. Todo o futuro que eu estava construindo, está sobre duas bases, uma sou eu mesmo, a outra... Bom, por enquanto estou sustentando meu futuro sozinho, por isso vejo todo ele desabando aos poucos e caindo ao meus pés. Eu não consigo sustentar tudo sozinho...
"Enquanto houver você do outro lado
Aqui do outro eu consigo me orientar..."
Se eu digo pare, você não repare
o que possa parecer.
Se eu digo siga, o que quer que eu diga
você não vai entender.
Mas se eu digo venha...

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Resumindo, estão todos contra mim...
Por onde ir?
Sei lá...
Os caminhos que tomei sempre me guiaram por uma estrada ruim, vários buracos, subidas e decidas...
Mas não me arrependo. Todas as paisagens que eu vi foram as mais belas pinturas naturais.
Mas essa estradinha que aos poucos eu via passando preguiçosamente por debaixo dos meus pés...
Parei.
Duas novas estradinhas se mostraram a minha frente, ambas tão lindas como a que ali acabará.
Por enquanto eu não seguirei em frente. Aqui eu me sento de costas para os novos caminhos, e olho para todo meu trajeto até ali.
Só diante de todo o caminho seguido é que posso decidir por onde seguir. Mas tudo que segui me faz querer um terceiro caminho, que não existe.
E aqui parado eu continuo...

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Eu preciso lhe falar.
Mas não sei se serei compreendido.

Sei que não é certo mentir, por isso não quero fazê-lo.

Quero lhe falar, mas não sei como.

Esperar a hora certa de falar quase nunca dá certo.

Se é pra falar é melhor falar de uma vez.

Inquestionável é o fato de que tenho muito a pensar.
Você mesma me di
sse isso.
Mas por medo eu não o quis fazer.

Mas co
mo falar aquilo que não sei dizer?

sábado, 6 de novembro de 2010


Não pergunte como... Não pergunte quando... Não tente entender... Eu sei que as coisas agora não está tão bem como queríamos que estivesse. Mas eu peço que confie em mim, confie em meus meios, meus passos e no caminho que eu escolho seguir. Tudo vai ficar bem. E quando eu disse para não me perguntar, é não porque você não precisa saber, e sim porque eu não sei o que estarei fazendo. Nem como, nem quando, na verdade nem eu entendo, só estarei fazendo o que eu tenho de fazer. E com antecedencia, já peço desculpas.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010


O desejo de fazer o bem as todas as pessoas, para mim sempre foi certo. Fazer o bem sem olhar quem, a todo custo e de todas as formas possíveis. Mas nunca ninguém me disse que um dia eu teria que trair esse desejo. Nunca ninguém me disse que para fazer o bem a uma pessoa uma outra não ficaria tão bem. Ninguém havia me dito até que um dia aconteceu. Então depois de muito pensar, percebi que acima de fazer o bem a todas as pessoas, tenho é que não fazer o mal. Consegui uma satisfação temporária, até perceber que ainda não era o suficiente. É o bem que eu quero, eu quero fazer as pessoas rir, em vez de chorar, nem que seja de mim... Mas ao chorar... o desespero toma conta de mim, alguma coisa está errada. Tem alguma coisa que eu possa fazer? Eu não sei. É nessas horas que eu me precipito. Falo coisas que não devia ser ditas... E assim eu continuo errando, nunca acertando quando o assunto é fazer o bem. Sempre terá uma pessoa chorando... Me desculpe por fazê-la chorar...

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Bom, vamos direto ao que importa...
Eu nunca quis magoa-la, mas mentindo eu não consegui o que eu queria.
Eu queria estar com ela, mas de longe por muitas vezes me pareceu impossível.
Eu quero ficar perto, mas de perto não sou nada daquilo que penso ser.
Queria não ter mentido, mas as verdades que me conforta, machuca, não só a mim.
Quem dera se fosse possível não escolher, pois aceitaria de bom grado o que me é destinado.
Aqui e agora se mostra certo, mas o talvez de um futuro incerto me atrai cada vez mais.
Sempre tive medo das lágrimas que escorrem no rosto que não é o meu.
Daquelas que com muito esforço saem de mim facilmente posso enxuga-las, mas as que não são minhas escorrem em mim abrindo feridas que jamais cicatrizarão...
Acho que é isso, por enquanto...
Ler devia ser proibido - Nada contra quem lê, mas...
Pensando a respeito acho que ler devia ser proibido. Nada contra quem lê, mas de certas coisas não se duvida e ler não é nada bom.

A leitura nos torna incapazes de suportar a realidade. A leitura tira o homem de sua vida pacata e o transporta para lugares nada convencionais.

Para uma criança o perigo é ainda maior pois ela pode crescer inconformada com os problemas do mundo e querer até mudá-lo. Dá pra imaginar?

Outra coisa, ler pode estimular a criatividade e você não quer uma criancinha bancando o geniosinho por aí, quer?

Além disso a leitura pode tornar o homem mais consciente e ia ser uma confusão se todo mundo resolvesse exigir o que merece.

Nada de vagar pelos caminhos da imaginação, simplesmente porque leu um bom livro.

Há quem diga que ler engrandece, mas eu não conheço um caso sequer.

Quer um conselho? Silêncio! Ler só serve aos sonhadores e sua vida não é uma brincadeira!

Cuidado! Ler pode tornar as pessoas perigosamente mais humanas.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010


Embora a escolha já tenha sido feita, tem coisas que eu levo comigo, mesmo sem saber porque...
Meu objetivo é certo, o caminho é árduo, e a recompensa incerta. Mas faço o que posso...

sábado, 30 de outubro de 2010


Quando é que tudo isso vai acabar?

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Surreal...
Se existe uma palavra q possa definir essa noite, é esta...
Acordei sem saber se tinha sido um sonho, ou, sei lá...
Foi estranho, não lembro direito o q estava acontecendo, não sei se estava dormindo, não sei se estava acordado, mas foi bom, minha mente se encheu com os vários "e se", com todos "é...", com os "então" e com os "é agora eu vou desligar"...
Não sei ao certo quanto tempo durou, nem sei se aconteceu...
Se foi um sonho, pena q eu tenha acordado, se não foi, fico feliz por ter acontecido...
Depois de praticamente 5 meses sem nenhuma atualização, eu estou de volta...
Nesse tempo tive bastante tempo pra pensar, e com certeza muitas das coisas que eu pensei será publicado aqui...

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Não sei...
Aliás não sei se quero saber...
Vou ter quer tirar essa duvida da minha mente.
Não creio que isso poderia acontecer, bem não agora.
Creio não lidar bem com surpresas, mas eis que essa me veio sem perceber, e passou batido...
Espero estar enganado...

Vou lá tirar a prova, isso irá aliviar o peso na minha consciência.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

"Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo?"

Fernando Pessoa

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Vocês sabem como funciona, é só clicar...

terça-feira, 25 de maio de 2010

segunda-feira, 24 de maio de 2010

O fardo que você carrega, a culpa que você sente e o passado que te aflige, não quero que você sofra sozinha.
Quero carregar esse peso que muitas vezes te faz tropeçar, quero aliviar sua culpa e te mostrar que já não importa mais, quero fazer você esquecer seu passado, vivendo nosso presente e escrevendo nosso futuro.
Quero que saiba que não importa o tamanho de seu problema, não importa o passado, não importa o que falam, o que realmente me importa é você.
Quero tentar ser forte ao seu lado, quero segurar o meu choro quando você chorar, quero te amar.

domingo, 23 de maio de 2010

O que tiver que acontecer,
isso acontecerá.
Se tiver que fazer,
se fará.

Eu já o posso fazer acontecer.

Aquilo que uma vez me impediu,
não mais impedirá.

O momento certo surgiu,

mas por um curto momento
parei pra pensar.
Não pense, não pare.
O faça.
A hora já se mostrou em tempo de acontecer.

Falo comigo mesmo para que não mais pense.

Pensar demais não é errado, mas tem horas que queria não pensar.
Mas por enquanto penso para que em um novo momento não possa mais pensar.

Aquela realidade que parecia estar tão longe da pessoa que sou, se mostrou possível, se mostrou real e inevitável.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Tosco Soneto

O que sinto no coração,
Posso explicar não,
Pois é um sentimento grandão.
Então lhe dou minha mão.

Se entender meu estado,
Eu estarei parado,
Com certeza ao seu lado.
Me sentindo amado.

Hoje não sinto dor,
Com você por onde for,
Lhe dando meu amor.

Agora vou me despedir,
Pois já falei o que por você sentir.
Assim vou me ir.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

O Tempo insiste em passar, por mais que queiramos que ele pare, ele simplesmente nos ignora e segue em frente...
Mas tudo bem, quanto mais o tempo passar mais tempo posso ficar com ela.
4 meses...

terça-feira, 18 de maio de 2010

Vigilia

O Teatro Mágico

Composição: Fernando Anitelli


Milagre, milagre!
O milagre que eu esperei nunca me aconteceu,
Mas nao há de ser nada, pois eu sei que a madrugada acaba quando a lua se põe
Os meus sonhos estao todos na UTI
Esperanças já não há
Os milagres estão todos em coma
E eu? Eu sigo so, so me resta esperar
Faço vigilias todas as noites, do quintal da minha casa
Eu dou conta de todas as estrelas
Certa vez eu dei falta de uma delas
?cade a porra da estrela que tava ali??
Ha e uma estrela cadente
Ela e cadente... a estrela.
Eu tive cinco,
Eu tive cinco segundos para fazer a minha prece e fiz, e fiz, e fiz.
Enquanto estava de olhos fechados
Enquanto estava de olhos fechados
Eu imaginava os meus sonhos acordando
Eu imaginava a esperança batendo na porta da minha casa
Enquanto eu estava de olhos fechados a estrela caía
Perdeu a sua luz no fundo do mar
E eu? Eu sigo, so? só me resta esperar
Eu Faco vigilias todos os dias, do telhado da minha casa
Eu dou conta de todas as ondas
Eu torço para que uma delas saia do lugar
Para que eu possa ver brilho de luz no fundo do mar
Brilho de luz no fuundoo do mar
Estrela a brilhar, sonhos a sorrir, milagres acontecendo
Esperaça de pé
Mas não
Mas não ha de ser nada...
Pois sei que a madrugada acaba quando a lua se põe
A estrela que escolhi nao cumpriu com meu pedido
Pois caiu no mar e se apagooouu
Se souber nadar ... faz o favor ...
O milagre que eu esperei nunca....
Quem sabe so voce para trazer o que ja meu.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Bom é quando estou no lugar que não é aqui.
Bom é conseguir se aquecer no frio.
Bom
é deixar que ouça meu coração q não disparou.
Bom é tirar os tênis para ficar mais a vontade.
Bom é ficar atento aos ruídos q acontecem em volta.
Bom é olhar as horas e ver q ainda faltam 2 horas.
Bom é esquecer o celular para poder vê-la novamente.
E é claro bom é poder estar com Você...

domingo, 16 de maio de 2010

Nada vai mudar entre nós. Como eu sei? Eu só sei.
Tudo vai permanecer igual, afinal, não há nada a fazer.
Eu não nego, eu me entrego, você é meu grande amor, e hoje eu vou te dizer "eu te amo"

sábado, 15 de maio de 2010


Notas de um observador:

Existem milhões de insetos almáticos.
Alguns rastejam, outros poucos correm.
A maioria prefere não se mexer.
Grandes e pequenos.
Redondos e triangulares,
de qualquer forma são todos quadrados.
Ovários, oriundos de variadas raízes radicais.
Ramificações da célula rainha.
Desprovidos de asas,
não voam nem nadam.
Possuem vida, mas não sabem.
Duvidam do corpo,
queimam seus filmes e suas floras.
Para eles, tudo é capaz de ser impossível.
Alimentam-se de nós, nossa paz e ciência.
Regurgitam assuntos e sintomas.
Avoam e bebericam sobre as fezes.
Descansam sobre a carniça,
repousam-se no lodo,
lactobacilos vomitados sonhando espermatozóides que não são.
Assim são os insetos interiores.

A futilidade encarrega se de "mais tralos'.
São inóspitos, nocivos, poluentes.
Abusam da própria miséria intelectual,
das mazelas vizinhas, do câncer e da raiva alheia.
O veneno se refugia no espelho do armário.
Antes do sono, o beijo de boa noite.
Antes da insônia, a benção.

Arriscam a partilha do tecido que nunca se dissipa.
A família.
São soníferos, chagas sem curas.
Não reproduzem, são inférteis, infiéis, "infértebrados".
Arrancam as cabeças de suas fêmeas,
Cortam os troncos,
Urinam nos rios e nas somas dos desagravos, greves e desapegos.
Esquecem-se de si.
Pontuam-se


A cria que se crie, a dona que se dane.
Os insetos interiores proliferam-se assim:
Na morte e na merda.

Seus sintomas?
Um calor gélido e ansiado na boca do estômago.
Uma sensação de: o que é mesmo que se passa?
Um certo estado de humilhação conformada o que parece bem vindo e quisto.
É mais fácil aturar a tristeza generalizada
Que romper com as correntes de preguiça e mal dizer.
Silenciam-se no holocausto da subserviência
O organismo não se anima mais.
E assim, animais ou menos assim,
Descompromissados com o próprio rumo.
Desprovidos de caráter e coragem,
Desatentos ao próprio tesouro...caem.
Desacordam todos os dias,
não mensuram suas perdas e imposturas.
Não almejam, não alma, já não mais amor.
Assim são os insetos interiores.

Sintaxe à Vontade



Sem horas e sem dores
Respeitável público pagão
a partir de sempre
toda cura pertence a nós
toda resposta e dúvida
todo sujeito é livre para conjugar o verbo que quiser
todo verbo é livre para ser direto ou indireto
nenhum predicado será prejudicado
nem tampouco a vírgula, nem a crase nem a frase e ponto final!
afinal, a má gramática da vida nos põe entre pausas, entre vírgulas
e estar entre vírgulas é aposto
e eu aposto o oposto que vou cativar a todos
sendo apenas um sujeito simples
um sujeito e sua oração
sua pressa e sua prece
que a regência da paz sirva a todos nós... cegos ou não
que enxerguemos o fato
de termos acessórios para nossa oração
separados ou adjuntos, nominais ou não
façamos parte do contexto da crônica
e de todas as capas de edição especial
sejamos também o anúncio da contra-capa
mas ser a capa e ser contra-capa
é a beleza da contradição
é negar a si mesmo
e negar a si mesmo
é muitas vezes, encontrar-se com Deus
com o teu Deus
Sem horas e sem dores
Que nesse encontro que acontece agora
cada um possa se encontrar no outro
até porque...

Tem horas que a gente se pergunta...
por que é que não se junta
tudo numa coisa só?


O Teatro Mágico

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Oi, meu nome é calma,
Eu ganho a vida vivendo em paz.

Uns, me chamam simples,
E o que eu tenho me satisfaz.

Porém, às vezes sou variação,
Entre a euforia e mesmo a depressão.

Quando eu corro sem olhar pra trás,
Ou quando ando devagar demais.
Se nos meus sonhos eu posso até voar
Só preciso de alguém pra me acompanhar nessa ilusão

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Kd meu senso de humor???




















Tá ki ó...

Frio


De repente ficou mais frio.
No breve instante que ela se afastou o frio toca a pele.
Quando que momentos antes, a olhando nos olhos, pronto para dizer tudo aquilo que aquece o coração.
O calor que ela proporciona, é algo que ainda não havia sentido.
Mas o que queria dizer, não o disse.
E alí sentado, a vendo em pé, se lamentava pela oportunidade perdida, e o frio tocava a pele.
"Chegou minha hora" disse.
O tempo é outra coisa que não ajuda muito quando está tudo perfeito, mas sempre chega a hora de ir embora. Mas a faisca que ainda aquece é saber que logo a verá de novo.
Mas o fato é que agora está realmente Frio.

quinta-feira, 6 de maio de 2010





Só achei a foto interessante e quis compartilhar...
[...]Não há ninguém assim, que faça prometer:
Você vai ser a mais feliz.
Se confiar em mim.
Deixar eu te mostrar,
que eu não sei viver sem você.[...]

terça-feira, 4 de maio de 2010

Com você não importa mais nada o que acontece a nossa volta...
Com você não importa quem sou, não importa o que será amanhã, não importa se o tempo está passando, não importa se está frio, sei que posso esquentá-la...
Quando estou com você, já não sou só eu, sou algo mais. De travesseiro, a cobertor, de namorado, a atirador...
Quando estou com você, estou por você.
Fico contando o tempo para que, de novo possa estar com você...

Juntos..


domingo, 2 de maio de 2010

GALOOOOOO!!!!

Nós somos
Do Clube Atlético Mineiro
Jogamos com muita raça e amor
Vibramos com alegria nas vitórias
Clube Atlético Mineiro
Galo Forte Vingador.

Vencer, vencer, vencer
Este é o nosso ideal
Honramos o nome de Minas
No cenário esportivo mundial

Lutar, lutar, lutar
pelos gramados do mundo pra vencer
Clube Atlético Mineiro
Uma vez, até morrer

Nós somos campeões do gelo
O nosso time é imortal
Nós somos campeões dos Campeões
Somos o orgulho do Esporte Nacional

Lutar, lutar, lutar
Com toda nossa raça pra vencer
Clube Atlético Mineiro
Uma vez até morrer

quarta-feira, 28 de abril de 2010

terça-feira, 27 de abril de 2010

Recentemente fui esquecido.
Não sei se isso é bom ou ruim, mas esquecido ou não eu continuo aqui.
Melhor dizendo, não esquecido, vejo que só está negando o fato de minha existência, e do passado que um dia tivemos. Negando e tentando não se lembrar.
Não concordo quando dizem que só podemos seguir rumo ao futuro se esquecermos o passado. Ao decorrer da vida cometemos erros, aprendemos lições valiosas fazemos coisas que para sempre ficam presas ao passado e na memória, só depende de nós tirarmos o máximo de proveito possível, tento me lembrar de cada detalhe, mesmo que em muito minha memória me traia, guardo os momentos que curti, as musicas que ouvi e os carinhos que troquei.
Em um curto período, pouco mais de 3 meses especificamente, fiz uma escolha da qual não me arrependi. Sinto-me pronto a dizer o que muitos não conseguem, não entendem ou simplesmente negam o fato da importância de se dizer isso. Mesmo pronto eu ainda espero, é de tamanha importância pra mim que tem de ser perfeito, não direi só por dizer, será um passo importante nesse relacionamento.
Sim eu já o disse muitas vezes antes, mas nunca fui o primeiro a dizer, só respondia a altura, não queria desapontar ninguém. Muitas dessas vezes me diziam por brincadeira, e por não saberem o tão importante é para mim falar nisso, eu sério não respondia com a palavra e sim com o significado. E ao entenderem isso, não sei se por medo, se por não querer ou por não entender, me machucavam.
Quanto a me esquecer, quanto a me prender ao passado e ao me trancar como uma lembrança que quer com muita força esquecer, tudo bem, nunca fui de guardar rancor.

E quando chegar a hora de lhe falar, falarei, mas saiba que já estou pronto.

segunda-feira, 26 de abril de 2010


Sim, o caminho que temos de trilhar é difícil
e dolorido, mas é uma bela arte por ele andar.
De longe eu não via
e de longe eu acenava.

Em minha direção ela corria
e no meu rosto um sorriso se formava.

Nos meus braços que a abraçava
senti a lágrima que escorria.

Sempre preso ao chão sonhava em voar.
Corria atrás do vento tentando aprender,
não deu muito certo, sempre me machucava.

Ainda não vôo, mas aprendi a correr
lado a lado com o vento.

sábado, 24 de abril de 2010

Vaidade de vaidades, diz o pregador, vaidade de vaidades! Tudo é vaidade. Que proveito tem o homem, de todo o seu trabalho, que faz debaixo do sol? Uma geração vai, e outra geração vem; mas a terra para sempre permanece. Nasce o sol, e o sol se põe, e apressa-se e volta ao seu lugar de onde nasceu. O vento vai para o sul, e faz o seu giro para o norte; continuamente vai girando o vento, e volta fazendo os seus circuitos. Todos os rios vão para o mar, e contudo o mar não se enche; ao lugar para onde os rios vão, para ali tornam eles a correr. Todas as coisas são trabalhosas; o homem não o pode exprimir; os olhos não se fartam de ver, nem os ouvidos se enchem de ouvir. O que foi, isso é o que há de ser; e o que se fez, isso se fará; de modo que nada há de novo debaixo do sol. Há alguma coisa de que se possa dizer: Vê, isto é novo? Já foi nos séculos passados, que foram antes de nós. Já não há lembrança das coisas que precederam, e das coisas que hão de ser também delas não haverá lembrança, entre os que hão de vir depois.


Eclesiastes 1 de 2 a 11.


quinta-feira, 22 de abril de 2010

Singela Homenagem

Entrevista com Raul quanto a terem censurado a musica "Rock das Aranhas"...

-Por que o Rock das Aranhas foi proíbibo?
-É cesura moral bicho. Passou uma musica chamada "Aluga-se o Brasil", aluga-se o Brasil, aí eu pensei, eu vi numa coluna do jornal, aluga-se, aluga-se apartamento num sei aonde, nana. Aí quando eu olhei eu digo, aluga-se o Brasil, mentira eu vou fazer uma musica sobre isso. e deixaram passar a musica. Mas Rock da Aranhas... O Problema é seguinte, a censura moral não deixa passar. O Rock das Aranhas são duas aranhas, quer dizer, tomada com tomada dá algum curto circuito? Tomada com tomada não dá nada, plugue com plugue também não dá nada. O mundo foi feito com tomada e com plugue, aí dá uma sequencia (tá entendendo?), a o que Deus nos fez, a o que Deus mandou a gente fazer tá entendendo? Porque essas duas não dá contato, tá entendendo? Então o Rock das Aranhas é uma homenagem ao não contato das coisas.


Assista o Video: http://www.youtube.com/watch?v=LHHY1slG1hY


Subi no muro do quintal
E vi uma transa que não é normal
E ninguém vai acreditar
Eu vi duas mulheres
Botando aranha prá brigar

Duas aranhas, duas aranhas
Duas aranhas, duas aranhas
Vem cá mulher deixa de manha
Minha cobra quer comer sua aranha

Meu corpo todo se tremeu
E nem a cobra entendeu
Como é que pode duas aranhas se esfregando
Eu tô sabendo, alguma coisa tá faltando

A minha cobra, cobra criada
A minha cobra, cobra criada
Vem cá mulher deixa de manha
Minha cobra quer comer sua aranha

Deve ter uma boa explicação
O que é que essas aranhas tão fazendo ali no chão
Uma em cima, a outra embaixo
E a cobra perguntando onde é que eu me encaixo?

A minha cobra, cobra criada
A minha cobra, cobra criada
Vem cá mulher deixa de manha
Minha cobra qué comer sua aranha

Soltei a cobra e ela foi direto
Foi pro meio das aranhas
Prá mostrar como é que é certo
Cobra com aranha é que dá pé
Aranha com aranha sempre deu em jacaré

É minha cobra, cobra com aranha
É minha cobra, com as aranhas
Vem cá mulher dexa de manha
Minha cobra qué comer sua aranha

quarta-feira, 21 de abril de 2010

terça-feira, 20 de abril de 2010

Há um pouco mais de 3 meses, tudo era um tédio.
Mas a exatos 3 meses estávamos juntos pela juntos pela primeira vez. Nasceu então a vontade de te querer mais e mais.
Ainda me lembro daquela quarta feira, tudo estava tão estranho (Principalmente eu); eu me preocupava em fazer tudo dar certo, de um jeito diferente, do meu jeito, sempre com a preocupação se você iria gostar de mim, ou não.
10 dias depois, bem, você sabe como foi, você também estava lá, e foi bem estranho...
Porém deu certo, estamos juntos até hoje...


Agora escrevemos nossa história juntos, antes o que era somente eu ou você, se transformou em Nós...

segunda-feira, 19 de abril de 2010


É, tá na hora...
Eu também não quero ir, mas...
Sabe como é...
Não sou eu quem dita como o tempo deve andar...
Mas estou feliz por ter aproveitado cada segundo.
Mesmo assim queria eu ter feito o tempo parar...

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Procura-se trabalho, ser vagabundo já não combina comigo...

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Faz tempo que eu não escrevo o que penso, eu também não tenho pensado muito...
Mas eu vou tentar.

Tenho esperado tantas coisas que nem sei mais se é o certo...
Mas o certo está se mostrando cada vez mais sem graça pra mim.
Eu não consigo evitar, minha consciência só me faz fazer o certo.
Não minto, não engano, não lhe escondo nada, pelo menos quase nada...
As coisas que eu não lhe digo penso não ser necessário que você saiba,
mas se quiser saber, é só me perguntar, eu lhe direi...

Me prometeram grandes mudanças, já com uma data certa a se fazer...
Já não sei ao certo se quero mudar...
Todas grandes mudanças que me aconteceram, vieram acompanhadas por lágrimas, e não só minhas...
Mas essa mudança em especial, se apresenta melhor como um otimo presente...
Tenho minhas dúvidas quanto a aceitá-lo ou não...

Quanto a fazer o certo ou não, ainda escolho fazê-lo...
Por mais sem graça que esteja se mostrando.
Afinal se eu não o fizesse não seria Eu

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Tudo que me foi tirado, se foi por que não me pertencia.
O que eu realmente tenho hoje é muito pouco, mas eu sei que é meu.
E estou feliz com isso, sou o homem mais rico do mundo por ter o que tenho.
O que eu tenho? Boa pergunta...

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Sem Ter Você

Alegria
É olhar pro teu sorriso e ter você
Sempre ao meu lado
Alegria
É estar junto a você
E poder ser
O seu namorado
O seu namorado
Meu amor
Não se vá
Eu sofro tanto
Sem ter você
Eu sofro tanto
Sem ter você
Alegria
É olhar pra sua boca
E poder ver
Sua pele macia
Alegria
É poder olhar seus olhos e dizer
Que será sempre minha



Los Hermanos

terça-feira, 6 de abril de 2010

Charles Chaplin disse:

"Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, é porque cada pessoa é única e nenhuma substituí a outra. Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha, e não nos deixa só, porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso"

Bob Marley disse:

"Os ventos que as vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que nos trazem algo que aprendemos a amar... Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim, aprender a amar o que nos foi dado... Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para sempre."

Eu digo:

"Muito me foi tirado, muito me foi dado, mas nada tenho. Muito já passou, e por mim ainda passa, e fico triste em pensar que um dia pode se passar. Tento guardar só coisas boas de quem amo, e dou tudo que há de melhor em mim, passando por todos tentando deixar meu melhor. Nunca estou satisfeito, quero amar mais e mais, quero fazer todos felizes, nada quero em troca. É só."

domingo, 4 de abril de 2010

JESUS, PÁSCOA, COELHO?

* Papai, o que é Páscoa?
-Ora, Páscoa é... bem... é uma festa religiosa!
* Igual ao Natal?
-É parecido. Só que no Natal comemora-se o nascimento de Jesus, e na Páscoa, se não me engano, comemora-se a sua ressurreição.
*Ressurreição?
-É, ressurreição. Marta, vem cá!
-Sim?
-Explica pra esse garoto o que é ressurreição pra eu poder ler o meu jornal.
-Bom, meu filho, ressurreição é tornar a viver após ter morrido. Foi o que aconteceu com Jesus, três dias depois de ter sido crucificado. Ele ressuscitou e subiu aos céus. Entendeu?
* Mais ou menos... Mamãe, Jesus era um coelho?
-O que é isso menino? Não me fale uma bobagem dessas! Coelho! Jesus Cristo é o Papai do Céu! Nem parece que esse menino foi batizado! Jorge, esse menino não pode crescer desse jeito, sem ir numa missa pelo menos aos domingos. Até parece que não lhe demos uma educação cristã! Já pensou se ele solta uma besteira dessas na escola? Deus me perdoe! Amanhã mesmo vou matricular esse moleque no catecismo!
* Mamãe, mas o Papai do Céu não é Deus?
-É filho, Jesus e Deus são a mesma coisa. Você vai estudar isso no catecismo. É a Trindade. Deus é Pai, Filho e Espírito Santo.
* O Espírito Santo também é Deus?
-É sim.
* E Minas Gerais?
-Sacrilégio!!!
* É por isso que a ilha de Trindade fica perto do Espírito Santo?
-Não é o Estado do Espírito Santo que compõe a Trindade, meu filho, é o Espírito Santo de Deus. É um negócio meio complicado, nem a mamãe entende direito. Mas se você perguntar no catecismo a professora explica tudinho!
* Bom, se Jesus não é um coelho, quem é o coelho da Páscoa?
-Eu sei lá! É uma tradição. É igual a Papai Noel, só que ao invés de presente ele traz ovinhos.
* Coelho bota ovo?
-Chega! Deixa eu ir fazer o almoço que eu ganho mais!
* Papai, não era melhor que fosse galinha da Páscoa?
-Era... era melhor,sim... ou então urubu.
* Papai, Jesus nasceu no dia 25 de dezembro, né?
* Que dia ele morreu?
-Isso eu sei: na Sexta-feira Santa.
* Que dia e que mês?
-(???)
-Sabe que eu nunca pensei nisso? Eu só aprendi que ele morreu na Sexta-feira Santa e ressuscitou três dias depois, no Sábado de Aleluia.
* Um dia depois!
-Não três dias depois.
*Então morreu na Quarta-feira.
-Não, morreu na Sexta-feira Santa... ou terá sido na Quarta-feira de Cinzas? Ah, garoto, vê se não me confunde! Morreu na Sexta mesmo e ressuscitou no sábado, três dias depois! Como? Pergunte à sua professora de catecismo!
* Papai, porque amarraram um monte de bonecos de pano lá na rua?
-É que hoje é Sábado de Aleluia, e o pessoal vai fazer a malhação do Judas. Judas foi o apóstolo que traiu Jesus.
* O Judas traiu Jesus no Sábado?
-Claro que não! Se Jesus morreu na Sexta!!!
* Então por que eles não malham o Judas no dia certo?
-Ui...
* Papai, qual era o sobrenome de Jesus?
-Cristo. Jesus Cristo.
* Só?
-Que eu saiba sim, por quê?
* Não sei não, mas tenho um palpite de que o nome dele era Jesus Cristo Coelho. Só assim esse negócio de coelho da Páscoa faz sentido, não acha?
-Ai coitada!
* Coitada de quem?
-Da sua professora de catecismo!



(Luiz Fernando Veríssimo)

quinta-feira, 1 de abril de 2010

O QUE SE CHAMA

Sim, pegou o que se chama solidão
E nem quis saber, jogou as minhas fotos pelo chão
Eu sou tão grato a você, mas não posso negar
Que sou mais um a temer seu doce olhar ao entardecer
Não segure minha mão nem queira ver
Que o meu medo é maior que a vontade de viver
O que se chama amor eu não sei, mas já ouvi dizer
Em versos que cantei verdades que não mais enxergo aqui
Você me chama pra dançar e eu vou
Eu nego, mas se diz pra eu não pensar em nada se não em nós dois
Esqueço e deixo tudo isso pra depois
E você quis perguntar se vou voltar
Eu lhe disse: por favor, não quero me machucar
E te deixei partir chorando, pois sei que não poderei
Te dar o meu amor, se em mim já faz o tempo que se foi
Você me chama pra dançar e eu vou
Eu nego, mas se diz pra eu não pensar em nada se não em nós dois
Esqueço e deixo tudo isso pra depois
Pra depois, pra depois, pra depois...

quarta-feira, 31 de março de 2010

O sofrimento fica gritando que
não sou um Super-homem,
que eu sou de carne e osso,
que eu vou passar sufoco
e não adianta esconder o choro.

Eu sei que é mais fácil fingir
que está está tudo bem, tudo zen,
disfarçar que não tem nada errado,
mas eu não sou o Supreman.

Tem muito falso heroí se achando o tal,
iludidos com os aplausos, elogios,
com o pedestal.
Até eu já vacilei,
esqueci que tombo como qualquer um,
esqueci que sou normal.

Eu sou diferente, igual a todo mundo
Sem Você eu não sou ninguém
Eu sou igual a todo mundo
Não existe superman.

Mas se não fosse por você,
eu jogava a toalha
Mas eu vou insistir em Te acompanhar
Haja o que houver, acredite quem quiser
Mesmo tropeçando eu tô aprendendo
Tô descobrindo que pra tudo existe um tempo
Por isso eu tô na luta, tô sobrevivendo
São nessas horas que eu me lembro
Que às vezes eu machuco
Às vezes me machuco
Explodindo por fora
Explodindo por dentro....



Adaptado de "Superman - Fruto Sagrado"

segunda-feira, 29 de março de 2010

Tah, peço desculpa, mas isso tem que sair de dentro de mim, se trata de fantasmas do passado me atormentando...


Sim, eu cultivei um grande sentimento por ela, por muitas vezes falei de amor, com ela eu também encontrei minha felicidade, eu também pensei que seria pra sempre...
Mas acabou, não sei explicar o porque e nem quando aconteceu, mas aconteceu. Sei que nós dois perdemos muito com isso, mas nós também crescemos e aprendemos muito, pelo menos eu consegui guardar todas as boas lições, ela nem tanto.
O ódio que ela sentiu eu também senti, isso também vale para todas as vezes que ela chorou, eu também chorei e também aquela vontade de andar armada, eu senti...
Agora mais de um ano se passou, tivemos bastante tempo para refletir, e achar a forma mais conveniente de continuarmos a viver, eu prossigo amando, já você eu não sei, mas fico feliz de já conseguir nos tratar de forma civilizada, conseguimos nos falar, mesmo sendo muito pouco, porém não mais brigamos...
Sinto que ainda não aceita esse meu novo relacionamento, mas foi a escolha que eu fiz, continuar a dar o amor que você ignorou.
E Tah, nós já temos um passado perfeito, vivemos um presente estável, e garanto um futuro promissor.


(Isso foi escrito para uma pessoa que eu sei que não vai ler, mas eu precisava tirar isso tudo de dentro de mim)
Sentimentos bons não se deve esquecer.
Então faça o possivel para lembrar.
Mesmo que te machuque, alguma coisa você aprendeu com isso...

Guarde a suas cartas de amor, e de vez em quando as releia.
Releia também seus velhos depoimentos...
Olhe aquelas fotos, não as queime, não as rasgue e também não as excluam, pelo contrário, as revele e tranque-as numa caixa que durante toda sua vida poderá lembrar.
Mas os sentimentos que você não tem nada concreto pra se lembrar, é bom escrevê-los, aliás não precisa ser um poeta para se escrever sobre sentimentos.

Mas se você, assim como eu, está vivendo um bom sentimento, faça-o dele inesquecivel, faça dele memorável, aprenda o máximo que puder, se esforces ao maximo para fazer o seu alguém feliz e não se preocupe se irá acabar, somente viva esse sentimento...

Então, se um dia eu amei, é porque hoje eu amo...
Se um dia eu gostei, ainda gosto...
Se ainda lembro, nunca irei esquecer.

sábado, 27 de março de 2010

quinta-feira, 25 de março de 2010

Não sei por que ainda insistem em me provocar, sabem que não dará em nada. Parecem não entender que estou feliz do jeito que estou, é certo que nada é perfeito, mas também eu não mudaria nada...
Sim eu estou feliz, sim eu entendo suas provocações, certo estou que está funcionando. Sim algumas coisas tiveram de ser mudadas, mudanças essa que já foram feitas.
Mudei para que encontrasse uma felicidade verdadeira, mudei para que me tornasse uma pessoa melhor, mudei para me tornar mais forte, pelo menos aparentemente, mudei para que as pessoas começassem a me entender, mudança essa que não deu muito certa...
Mas certas coisas nunca mudam, continuo vivendo minha própria felicidade, continuo sendo quem sempre fui, continuo sendo fraco e continuo incompreensível...
Não se preocupem se não entender, não estou dizendo coisa com coisa, passei quase 28 horas acordado, horas essas que boa parte fiquei pensando em você...

segunda-feira, 15 de março de 2010

Eu só quero ficar contigo.
Não me importo se será dificil,
Não me importo se vou me machucar,
Não me importo com que irão pensar,
Não me importo com os obstaculos,
E também não me importo de ficar fácil.

Eu só quero ficar contigo.
Bons momentos passaremos,
No ombro um do outro choraremos,
Em silencio pensaremos.


E no fim, ainda estarei contigo...

quarta-feira, 10 de março de 2010

Felicidade superficial e incompleta, essa é nossa sina?

Por mais que as coisas fiquem ruins, ainda conseguimos achar uma forma de ser felizes, mas não duradoura.
Nos vemos dependentes de falsas alegrias, que de tão bom aparente bem, esconde-se o mal que consome as poucas esperaças que vivem na felicidade ainda não encontrada.
Mas o que realmente sabemos de ser feliz e de destino?
Sobre destino até que sabemos alguma coisa. Sabemos que a morte é certa e que o amanhã é desconhecido. Mas felicidade, particulamente, eu sei muito pouco. Sei que é a ambição de muitas pessoas, sei que pouco se sabe sobre sua essência, muito menos de onde encontrá-la.
Não querendo ser totalmente pessimista, creio ser possivel viver, não garanto bom retorno, mas vivendo a superficialidade, curtos momentos, mentiras e o imcompleto, poderá passar uma vida, repito, não garanto bom retorno.

Não posso falar muito disso, sou apenas um leigo...

segunda-feira, 8 de março de 2010

Trechos de Musica...

What a fool!
I don't know 'bout tomorrow
What it's like to be.
(Moon on the Water - Beat Crusaders)


Mas quando parece
Que as coisas nunca mais
Vão fazer sentido algum
Das cinzas renasce o mais forte
E o mais belo amor...
(Não era pra ser - Scarcéus)


Mas a vida ensina, só eu sei o que eu passei
A vida não é fácil, mas eu tô ligado, eu sei
Eu sigo meu caminho, tô firmão, tô aí
Não há nada nessa vida que me faça desistir
São várias fitas e só segura quem é nobre
Força de vontade e pensamento forte
Erga a mão pro alto e faça diferença
Fique sempre em paz com a sua consciência.
(Nada é Impossivel - Apocalipse 16)


Oh, you can't tell me it's not worth trying for
I can't help it, there's nothing I want more
Yea, I'd fight for you, I'd lie for you
Walk the wire for you, yeah I'd die for you.
(Everything I do - Bryan Adans)


Por que se preocupar por tão pouco?
Por que chorar
Se amanhã tudo muda de novo?
(Olhos Vermelhos - Capital Inicial)


I used to be my own protection, but not now
Cause my path has lost direction, somehow
A black wind took you away, from sight
And held the darkness over day, that night.
(Valentine's Day - Linkin Park)


Na areia eu fiz
Um castelo de sonhos
Para o meu amor
Na areia eu vi
Meu castelo ruir
Depois de um vendaval.
(Ela e o Castelo - Catedral)

domingo, 7 de março de 2010

O mesmo pensamento.
A mesma sensação.
O memso pressentimento.
Mas algo mudou...

Uma forma diferente de pensar.
Outras sensações também me invadem.
Mas o pressentimento eu quero mantê-lo.
É incrivel facilidade em que tudo aquilo o que você não quer que mude, mudam...
O certo é que tudo que ainda não está perfeito, mudará. Pode estár até bom, mas por não estarmos, nunca, satisfeitos, queremos mudar. Aí estragamos tudo.
Ainda faço planos...Ainda sonho...
Ainda amo...Ainda vivo.
Mesmo tendo estragado tudo...

sábado, 6 de março de 2010

Uma Tirinha

Esperando inspiração...

Continuo esperando...

É nada de interessante se passa na minha mente...

Desculpe pelo transtorno.

quinta-feira, 4 de março de 2010

Quando chegar a hora, acontecerá.
Quando acontecer, saberei o q fazer.
Quando o fizer, não terá mais volta.
Quando não tiver mais volta, persistirei.
Quando persistir, surgirá uma nova oportunidade.
Quando surgir, eu a pegarei.
Quando pegá-la, não a soltarei.
Quando a soltar, não terei mais forças.
Quando não tiver mais forças, estará na hora.
Quando chegar a hora, acontecerá.
Quando acontecer, não haverá nada a fazer...

quarta-feira, 3 de março de 2010



O que eu quero??

Eu quero a sorte de um amor tranquilo.
Eu quero minha bola quadrada.
Eu quero ir para Madagascar.
Eu quero sobreviver a 2012.
Eu quero viver todos os meus proximos 237 anos ao lado da pessoa q me ama.
Eu quero chorar de novo vendo o filme do Bambi.
Eu quero terminar meu serviço Militar com honra e reconhecimento.
Eu quero sentir a força Jedi e também ser filho do Dark Vader.
Eu quero nadar pelado.
Eu quero dormir no banco da praça de uma cidade por mim desconhecida.
Eu quero aprender a fazer a fusão.
Eu quero dançar tango no teto.
Eu quero pular de paraquedas.
Eu quero saber de alguma coisa q ninguém mais saiba.
Eu quero saber o q realmente eu quero.
Eu quero morrer dormindo só pra falar q acordei morto.
Enfim, eu quero tentar ser feliz.

Sei que a maioria dessas coisas não me deixaram realmente feliz, mas uma coisa realmente pode me alegrar nesse momento, dormir. Então vou pra minha cama, lá pelas 13 horas eu acordo.

segunda-feira, 1 de março de 2010

Curto cada momento por mais que seja Curto...

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Dois dias de TG e duas histórias pra contar...

1°dia: -Qual teu nome soldado??
- Ariel senhor.
- Ariel? Isso não é nome de sereia? Cadê o Linguado? Alguém aqui quer ser o Linguado? Não soldado, ariel não é nome de atirador não, agente vai ter q dar um jeito nisso...

2°dia: "Foi como o Oficial explicou de forma inspiradora: O horizonte fica onde o céu toca a terra. Então o horizonte fica aqui no TG, onde o filho chora e a mãe não vê..."
-Soldado tá olhando pro chão por que? Não acabei de explicar q tem q olhar para o horizonte? Você perdeu alguma coisa pra ficar olhando pro chão? Você tá procurando alguma coisa? O unico q procura aqui é o pai do Nemo...


É meus superiores andam vendo muito desenho...

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Mais uma vez a complexidade toma conta dos meus pensamentos...
Passando da mente abarrotada de pensamentos completamente inuteis, até o estado atual de quase vegetação.
Afinal não é errado querer q as coisas sejam do nosso jeito, pode até ser meio egoísta, mas no fundo todos queremos mudar alguma coisa...
Como os Ornitorrincos com seus esporões venenosos sempre prontos a serem usado contra machos rivais...
Com base nesses fatos um grande pensador disse: "Melhor morrer do que perder a vida".
Temendo morrer os Mamutes se congelaram na Sibéria pra q um dia possa deixar de lado toda aquela bobagem de Era do Gelo e curtir férias no aquecimento global.
Então o Não e o Nem eu não puderam contar o final da piada.
Pegar ônibus em BH sempre compensou mais.
Pedi pra q me trouxessem um pouco de neve da Alemanhã, me enganaram e me deram a raspa do congelador.
E a água do maior banheiro do mundo é realmente salgada.
Os EUA tem desde os anos 70 uma tecnologia capaz de alterar comportamento de pessoas, podendo até controlar a mente.
Quero q dediquem um dia a nossos polegares, pq sem eles não estariamos aki.
Uma q diz respeito aos animais proíbe carregar as galinhas de cabeça pra baixo.
Impossivel é uma palavra muito grande q gente pequena usa pra tentar nos oprimir.
D'oh!

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Mesmo não tendo nada a dizer, eu quero sempre lhe falar, mas não sei como vc vai reagir. É como se todo aquele nada q eu quero te dizer não tivesse como ser dito, e o q eu quero lhe falar não consegue se traduzir em palavras. Mesmo com todas as palavras q conheço, de nada me adianta. Tento até uma linguagem não verbal, mas não dá em nada, granidos, uivos, roncos e todos barulhos possiveis eu já tentei, e como era de se esperar, não fui compreendido...
Afinal do q é q eu estou falando? Sentimentos? Deve ser, nem mesmo filósofos, poetas, loucos, doutores, ninguém conseguiu explicá-los, então quem sou eu?
Eu digo quem sou... Sou apenas um amante das coisas mais complicadas da vida...

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010


Instinto Chuck...

É o curto momento q vc pega a faca de cozinha, começa a matar todo mundo e sente-se maravilhosamente bem... Aí vc abre os olhos e vê q quem vc havia matado está vivo.
Pois é, ainda bem q pensamentos não matam.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010


Legal né...

Divirtam-se...
Sempre me preocupo em usar uma linguagem culta, complexa e muitas vezes digo coisas q nem eu mesmo entendo, portanto, continuarei assim...

Vou falar dos meus sonhos...

Começarei com esse q me atormenta já faz um bom tempo. A primeira parte do sonho senhei quando tinha 6 anos...

"Eu e uns amigos (q eu não conhecia) faziamos trilha de bicleta, numa mata fechada com morros, terra, barro e tudo q se tem direito. Eu estava perdendo, e por mais q eu tentasse correr eu não os alcançava, e quando finalmente os perdi de vista, me deparei com uma menina com uma capa vermelha, bem ao estilo 'Chapelzinho' resolvi seguila, mas tbm não a alcançava, sem explicação óbivia eu já estava numa rodovia onde não passava nenhum carro. Então de longe eu vi a garota da capa e era minha prima, ela estava olhando dentro de uns ármario escolares iguais aqueles norte americanos, porém eles estavam a beira da rodovia, ela me viu e tbm sem nenhuma explicação ela somi. Resolvi então olhar os armários, estavam fechados, porém não trancados, então eu abri, tinha corpos totalmente multilados lá dentro aí sem nenhuma reação acoredei".

Nunca me lembrei desse sonho até q aos 15 anos (se não me engano) eu o sonhei de novo, só q de forma mais complexa e detalhada...

"Agora todos meus amigos q estava comigo eu conhecia, os corpos q estavam no armario tbm eram de pessoas q eu conhecia, no armario ao lado tinha armas, minha camisa estava manchada de sangue, e eu não sentia nenhum tipo de remorso ou culpa, sabia q não tinha sido eu, apareceu então a garota da capa, e não era mais minha prima, e sussurrou alguma coisa no meu ouvido, fazendo com q dessa vez eu acordasse assustado".

Também nunca soube o q ela me disse, provavelmente futuramente saberei...

Particulamente eu não entendo nada de sonhos, e esses dois q eu ainda vou contar não tem muita explicação...

Esse eu tive mais recentimente...

"Eu e o Goku esperavamos sentandos nossa vez, no q parecia algum tipo de consultório. Goku foi chamado primeiro, e sem muita demora foi liberado. Assim q ele saiu ele me contou q implantaram um chip debaixo do braço dele, ouvindo isso eu saí correndo pq eu não queria q fizessem o mesmo comigo, ao sair pela porta eu estava na varanda da casa da minha tia, fiquei sem entender pq lugares tão distintos estavam separados por uma porta. Na rua estavam dois caras pichando as paredes de todas as casas, não sei pq eu quebrei uma garrafa de vidro e parti pra cima deles, estava com sangue no olhar, era um ódio tão intenso, então eu acordei".

O estraho é q eu tenho mesmo uma cicatriz debaixo do meu braço, e eu não sei explicar como eu a consegui e nem quando, mas eu já a tinha visto muito antes de ter sonhado com isso.

Esse agora é um pouco mais Sátiro...

"Eu estava num presidio, mas não preso, comigo tinha uma garota q eu não sabia quem, mas sabia q a amava. Um dos presos a pegou pelo pescoço, e atravez da grade, e lambia seu rosto, sem exitar saquei uma arma tomei a garota em meus braços e comecei a atirar contra ele. Todas as celas se abriram, saindo então todos os prisioneiros, mas eles pareciam estar infectados com o virus de Resident Evil, continuei a atirar para todos os lados protegendo a garota, peguei minha bazuca (???) e atirei, mas eu não estava mais no presidio, eu estava no palco do Domingo Legal e atirei contra a platéia (???), por sorte siau confetes da minha bazuca (???) e ninguém se feriu, acordei".

Esses são meus sonhos....

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Momento dedicado as lembraças de dias corriqueiros, e situações presenciadas...

Começo por um fato interessante, um dialogo entre senhoras q escutei ao passar por elas...
- Eu tava na fila do banco um di deces, quando chegou minha vez me falou q eu não tinha levado os papel q precisava...
- Q q c fez??
- Tive q vorta uai, é muita "democracia"...

Bom acontece muitas vezes de as pessoas quererem aprimorar seu vocabulário implantando palavras q não não sabe ao certo seu significado, ou confundem com alguma palavra semelhante, nesse caso creio q aconteceu os dois. Ou ela tem algo contra nosso sistema democrático, ou simplismente queria reclamar da burocrácia...

Outro acontecimento...
Bart ajuda sua mãe arrumando a mesa, posicionado os talheres e estendendo o forro (não necessaramente nessa ordem)
Sua mãe Marge comenta?
- Esse é o filho q toda mãe sonha ter, uma menina...

Não Bart não é gay, nesse episodio sua namorada iria jantar com sua familia, e ele ao assumir uma personalidade diferente para imprensinar sua namorada ajuda sua mãe. Isso me leva a pensar q muitas vezes fingimos sero o q não somos para agradar alguém, mas se vale a pena, tudo bem...

Aqui em casa a um tempo atraz...
Após cair um meteorito no meu quintal, estava eu a assar marchimelous em sua fogueira q se formou. Eu nunca tinha comido marchimelou antes, e nesse dia não foi a primenra vez, o q eu pensava ser um meteorito era na verdade uma nave Sayajin saindo de dentro um Rattata Lvl 9 q começou a lutar com meu Cartepie, vi então a oportunidade perfeita para capiturá-lo, o q não deu certo pois tinha acabado minha Pokebolas, mas tudo bem, eu ainda tinha meu marchimelou, não por muito tempo, ele queimou com o calor da batalha...

É pode ser q isso não tenha realmente acontecido, porém podemos aprender coisas valiosas, não se apegue d+ as coisas, elas podem se queimar... Nunca leve somente um marchimelou para fogeuira, no caso de um queimar vc terá mais, e ao tentar capiturar Pokemons certifique-se q vc tem pokebolas...

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Meus Pensamentos andam muito na base do normal...

Portanto nada Sem Noxo "/

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Vamuh lá...

Tenho q mostrar o pq do nome....

Para começar aí vai minha teoria do Evo-criacinismo...

Um dia Papai do Céu criou um monte de terra. Da terra saiu uns verminhos q viraram macacos, então os macaquinhos estavam brincando na terra...
Então um um dia caiu um meteoro e destruiu os Dinoraptocacos ( são os vermizinhos q ao adotar uma dieta carnivora comeram os macaquinhos implantando suas caracteristicas genéticas ao seu DNA), por não pouca desgraça um grande diluvio caiu sobre a terra, deixando apenas o Titanic navegando por águas...
Godizila então fica com raiva ao se molhar no mares do Japão, soltando um grande Hiper Beam no Titanic...
Começa então uma grande batalha épica entre Godizila, King Kong e Chuck Norris...
Onde eu estava mesmo??

To be Continue....