quarta-feira, 3 de novembro de 2010


O desejo de fazer o bem as todas as pessoas, para mim sempre foi certo. Fazer o bem sem olhar quem, a todo custo e de todas as formas possíveis. Mas nunca ninguém me disse que um dia eu teria que trair esse desejo. Nunca ninguém me disse que para fazer o bem a uma pessoa uma outra não ficaria tão bem. Ninguém havia me dito até que um dia aconteceu. Então depois de muito pensar, percebi que acima de fazer o bem a todas as pessoas, tenho é que não fazer o mal. Consegui uma satisfação temporária, até perceber que ainda não era o suficiente. É o bem que eu quero, eu quero fazer as pessoas rir, em vez de chorar, nem que seja de mim... Mas ao chorar... o desespero toma conta de mim, alguma coisa está errada. Tem alguma coisa que eu possa fazer? Eu não sei. É nessas horas que eu me precipito. Falo coisas que não devia ser ditas... E assim eu continuo errando, nunca acertando quando o assunto é fazer o bem. Sempre terá uma pessoa chorando... Me desculpe por fazê-la chorar...

Um comentário:

Lu (Pri) disse...

olá vi seu texto.. faça o q sua consciencia manda... nunca se arrependerá... bjos lindo blog!